Nova fábrica da Hella receberá mais investimento

Além dos R$ 43 milhões já aportados, empresa deve aplicar outros R$ 10 mi

O ritmo fraco do mercado brasileiro não frustrou os planos da alemã Hella para o País. A empresa inaugurou no fim de abril sua primeira fábrica própria no Brasil, em Indaiatuba (SP), fruto de investimento de R$ 43 milhões. Dali saem módulos eletrônicos que, por enquanto, atendem à demanda da Volkswagen. O plano, no entanto, é aumentar o número de clientes e a gama de produtos.

Para isso, a companhia prevê investimento adicional de R$ 20 milhões até 2019. O aporte dará conta da instalação de mais duas linhas de montagem na unidade: uma de sistemas de direção elétrica e outra de sensores de pedais. “Notamos crescimento da demanda por este produto, mas antes de investir queremos fechar um contrato de fornecimento”, esclarece Carlos Bertozzi, diretor geral da Hella do Brasil.

Por enquanto a companhia faz na nova planta apenas módulos eletrônicos de cabine, dispositivos que controlam os sistemas do habitáculo do veículo. Os componentes são fornecidos à Volkswagen, mas os volumes ainda estão baixos por causa da crise que inibiu as vendas de veículos. “Estamos entregando um terço do que prevíamos inicialmente”, admite Bertozzi. Das 600 mil peças estimadas no início do projeto, as encomendas encolheram para 150 mil unidades.

Nos próximos meses entra em operação nova linha de produtos na unidade, módulos de gerenciamento eletrônico do motor que prometem redução de 1% no consumo de combustível do carro. A melhoria garantida pela empresa já garantiu um cliente. “Vamos fornecer para uma grande montadora, que instalará a novidade em toda a sua linha”, conta Bertozzi.

Segundo ele, há ainda outras negociações. “O interesse é motivado pelo Inovar-Auto”, aponta. O regime automotivo exige melhoria da eficiência energética dos carros em 12%. As medições para aferir os resultados começam ainda 2016, mas as companhias têm oportunidade de mostrar avanços maiores do que o mínimo exigido para conseguir descontos adicionais no IPI.

Por: redação

Negócios, News
Inscreva-se!
ASSINAR

Fique por dentro do mundo corporativo!

Assine nossa Newsletter e receba as novidades sobre o Universo Corporativo.
close-link